Papa aos jovens: como e com Jesus, sonhar e praticar os valores do Evangelho

21/11/2021 . Notícias Mundiais

No dia da JMJ diocesana e com o olhar voltado para Lisboa em 2023, o Papa Francisco exorta os jovens a serem livres, autênticos, consciência crítica da sociedade para, com Jesus, reinar em prol da justiça, do amor e da paz.

Ser capazes de sonhar: esta é a mensagem do Papa Francisco aos jovens, no dia em que celebra a Jornada Mundial da Juventude em nível diocesano.

O Pontífice celebrou à Santa Missa na Basílica de São Pedro e em sua homilia comentou as leituras deste domingo da Solenidade de Cristo Rei do Universo. De modo especial, refletiu sobre duas imagens.

A primeira, tomada do Apocalipse: “Ele vem no meio das nuvens”. A segunda imagem é a do Evangelho, quando Cristo, encontrando-Se diante de Pilatos, lhe diz: “Eu sou rei”.

Quanto à primeira, Francisco explica que o Senhor vem do alto, e o seu reino jamais terá ocaso. Deus vem durante a noite, por entre as nuvens muitas vezes tenebrosas que se acumulam sobre a nossa vida. É preciso reconhecê-Lo, olhar além da noite, levantar o olhar para O ver no meio da obscuridade.

“Queridos jovens, contemplar na visão noturna, ou seja, ter olhos lúcidos mesmo no meio das trevas, não cessar de procurar a luz no meio das trevas que trazemos no coração e vemos ao nosso redor.”

Levantar o olhar, “levanta-te” este é inclusive o convite que o Papa faz na Mensagem que dedicou jovens, para acompanhar este ano da caminhada rumo a Lisboa, para a JMJ em agosto de 2023. Uma tarefa árdua, mas fascinante.

Jovens sonhadores

Mas foi ao verbo “sonhar” que Francisco dedicou as passagens mais profundas de sua homilia. O Pontífice agradeceu aos jovens quando fazem de Jesus o sonho de suas vidas, quando são capazes de realizar os sonhos com coragem, quando sonham a fraternidade, a solidariedade, a justiça e a paz – sonhos que correspondem aos do Evangelho.  

“Não tenham medo de se abrir ao encontro com Ele, que ama os seus mesmos sonhos e os ajuda a realizá-los.” Um jovem que não é capaz de sonhar, disse ainda Francisco, ficou velho antes do tempo. E pede que sonhem fazendo barulho, porque significa que não querem viver na noite, nem adormecidos ou anestesiados. Mas sonhar acordados, sonhadores que se mantêm abertos às surpresas do Espírito Santo.

Jovens livres,  consciência crítica da sociedade 

Sobre a segunda imagem – “Eu sou Rei” – Francisco recorda que o Reino de Jesus é diferente dos reinos do mundo: “Deus não reina, para aumentar o seu poder e esmagar os outros; não reina com os exércitos e com a força. O Seu é o Reino do amor, de quem dá a própria vida pela salvação dos outros”.

A liberdade de Jesus é fascinante, prossegue o Papa. Deixemos que nos toque dentro, comova e suscite em nós a coragem da verdade.

Não estamos aqui para nos fazer encantar pelas sereias do mundo, mas para assumirmos a nossa vida, aferrarmos a vida vivendo-a plenamente.

“Na liberdade de Jesus, encontramos também a coragem de ir contracorrente: não contra alguém, como os que se fazem de vítima e os intrigantes que sempre dão a culpa aos outros. Isso não; mas contra a corrente doentia do nosso eu egoísta, fechado e rígido, para seguirmos o rasto de Jesus.”

Francisco exorta os jovens a serem livres, autênticos, consciência crítica da sociedade para, com Jesus, reinar em prol da justiça, do amor e da paz:

“Espero que cada um de vocês possa sentir a alegria de dizer: ‘Com Jesus, também eu sou rei’. Sou rei: sou um sinal vivo do amor de Deus, da sua compaixão e da sua ternura. Sou um sonhador encandeado pela luz do Evangelho.”

 

Fonte – Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano

 

Cúria Diocesana

Praça Cesário Alvim, 156 - Centro Caratinga (MG) - Cep: 35.300-036

Contatos

(33) 3321-4600 Telefone e WhatsApp chancelaria@diocesedecaratinga.com.br

Funcionamento

Segunda-feira a Sexta-feira 08h às 11h e 13h às 17h