Pároco

Pe. Jamir Pedro Sobrinho

Festa do Padroeiro

Santa Margarida- 20 de Julho

Igreja Matriz

Pça Cônego Arnaldo, 95/ Cx. P. 01 Santa Margarida - MG

Telefone

(31) 3875-1323

E-mail

paroquiastamargarida@yahoo.com.br

Paróquia Santa Margarida de Antioquia

Criação: 05/11/1866


Santa Margarida da Antioquia - 20 de Julho

Segundo a “Legenda Áurea”, Margarida nasceu em Antioquia (Pisídia) e era filha de Teodósio, patriarca dos gentios. Ela foi criada por uma ama na Ásia Menor (atual Turquia), e quando adulta resolveu ser batizada, sendo por isso grandemente odiada por seu pai.

Certo dia, quando tinha quinze anos de idade e junto com outras virgens guardava ovelhas de sua ama, o prefeito Olíbrio passou por lá e, fascinado com a beleza da jovem, propôs-lhe casamento, em troca da sua renúncia ao cristianismo.

O martírio da jovem Margarida foi tão terrível e de resultados tão fantásticos que se tornou uma das paginas da tradição cristã mais transmitida através dos séculos. Justamente por ter sido tão cruel, o povo apegou-se de tal forma ao sofrimento da jovem que à sua narrativa acrescentaram-se fatos lendários. O certo foi que primeiro ela foi levada à presença do juiz e prefeito e, diante dele, negou-se a abandonar a fé cristã. Foram horas de pressão e tortura psicológica que, por fim, viraram tortura física. Margarida foi açoitada, depois teve o corpo colocado sobre uma trave e rasgado com ganchos de ferro. Dizem que a população e até mesmo os carrascos protestaram contra a pena decretada.

No dia seguinte, ela apareceu, sem o menor sinal de sofrimento, na frente do governante, que, irado com o estranho fato, determinou que ela fosse assada viva sobre chapas quentes. Novamente, a comoção tomou conta de todos, pois nem assim a jovem morria ou demonstrava sofrer. Diz a tradição que Margarida teria sido visitada no cárcere pelo satanás, em forma de um dragão que a engoliu. Mas Margarida conseguiu sair do seu ventre, firmando contra ele o crucifixo que trazia nas mãos. Ela foi, então, jogada nas águas de um rio gelado. Quando saiu de lá viva, com as correntes arrebentadas e sem sinal das torturas aplicadas, muita gente ajoelhou-se, converteu-se e até se ofereceu para morrer no lugar dela. Mas o prefeito enfurecido mandou que a decapitassem.

Ela morreu no dia 20 de julho de 290, com a idade de quinze anos. O seu corpo foi recolhido e levado para um lugar seguro, onde foi enterrado pelos cristãos convertidos, passando a ser venerada em todo o Oriente. No século X, foi trasladado para a Itália e desde então seu culto se difundiu também em todo o Ocidente. De tal modo, que santa Margarida foi incluída entre os “catorze santos auxiliadores”, aos quais o povo cristão recorre pela intercessão nos momentos mais difíceis. Santa Margarida é solicitada para proteger as grávidas nos partos complicados.
RURAIS
1.São Sebastião ( Bom Jardim de Cima)
2. Bom Pastor(Bom Jardim de Baixo)
3. São Paulo(São Paulo)
4. Santa Luzia(Venda Nova)
5.Nossa Senhora das Graças(Fazenda da Grama)
6.Santa Terezinha(Bom Retiro de Cima)
7.São Felix(São Felix)
8.Nossa Senhora Aparecida(Bom Retiro de Baixo)
9.São Sebastião (Palmeiras)
10.São Cosme e Damião (Cachoeira Alegre)
11.Bom Jesus(Barroso)
URBANAS
13.Nossa Senhora do Rosário (Centro)
14.Sao Judas Tadeu (São Judas)
15.Bom Jesus(São Vicente)
16.Nossa Senhora do Perpétuo Socorro(Centro)
17.Nossa Senhora Aparecida(Santa Filomena)
18.Matriz

Cúria Diocesana

Praça Cesário Alvim, 156 - Centro Caratinga (MG) - Cep: 35.300-036

Contatos

(33) 3321-4600 Telefone e WhatsApp chancelaria@diocesecaratinga.org.br

Funcionamento

Segunda-feira a Sexta-feira 08h às 11h e 13h às 17h